15 anos de carreira

15 anos de carreira, na primeira pessoa.

15 anos
2000

O início dos Ez Special

Anteriormente tinha feito parte de várias bandas, mas esta tinha desde logo tido um início diferente! Estabelecemos várias metas a cumprir, assumimos compromissos e tínhamos uma vontade enorme de "sair da garagem".
Já estávamos todos na casa dos vinte e esta seria uma última aposta. Falo por mim! Pensei tantas vezes em desistir da música...Mas tinha um sonho que estava por realizar: Tocar, pelo menos uma vez, numa rádio nacional!

Ver mais vídeos e fotografias de 2000
2001

Na incubadora

Ano de ensaios, concertos (em bares) e gravações. Nesta altura já tínhamos definido que íamos trabalhar com Quico Serrano, que aceitou produzir três, ou quatro canções. Ficámos muito felizes por ele ter aceitado o desafio! Ele foi ver-nos a um bar em Espinho e gostou!
Será que seríamos os mesmos sem ele? Claro que não! Estivemos um ano a trabalhar em quatro canções, pois saber estar em estúdio também requer aprendizagem e tempo. O futuro apresentava-se promissor! Sentia que estava no trilho certo.

Ver mais vídeos e fotografias de 2001
2002

Daisy

Foi o ano que revolucionou a minha vida.
Saiu o EP Partizan Pop, começaram a passar as músicas na rádio, marcámos queimas e recepções ao caloiro....
Concertos a sério! Começámos a aparecer em jornais, tv...
Finalmente, cumpri o meu sonho de tocar na rádio, em Março de 2002! Conheci o Saul Davies, guitarrista dos James, e por essa altura apareci no jornal da tarde da RTP ao lado dele. Eu nem queria acreditar! Para rematar este ano, escrevi o tema Daisy. Tocámos no palco principal de Paredes de Coura e em outros eventos de peso.

Nesta altura escrevi, paralelamente às músicas em inglês, algumas músicas em Português. O pequeno t2, entre outras, surgiram nesta altura. Nas gravações do primeiro disco, o Saul Davies e o Quico Serrano escolheram as canções a ser trabalhadas. Fiquei muito feliz, pois do leque das que foram apresentadas, as que foram selecionadas eram quase todas escritas (letra e música) por mim. Nessa altura, foi-me proposto que Ez Special fosse um projecto a solo, mas rejeitei, pois senti que gostaria que este projecto também fosse dos outros membros da banda.

Ver mais vídeos e fotografias de 2002
2003

O Fenómeno

Este ano foi inesquecível! Lançámos o primeiro disco através de uma multinacional e pela primeira vez um artista Português entrou numa publicidade, dando a cara e a música a uma grande marca nacional.
Assim, a música Daisy foi bandeira da, agora já extinta, TMN. Tudo isto fez com que começássemos a tocar para milhares de pessoas, a dar centenas de autógrafos e a ter um clube de fãs. Foi tão repentino que nem sei bem como isto aconteceu! Há tão pouco tempo atrás pensava em desistir e agora era vocalista da banda do momento em Portugal! Era mesmo estranho, passar do anonimato a situações em que as pessoas ficavam a olhar para mim na rua, começam a cantar as músicas, principalmente o Lalalala u.

Ver mais vídeos e fotografias de 2003
2004

Sucesso vs stress

Era fabuloso, estar a conseguir realizar o meu sonho e ir muito mais além do que alguma vez tinha imaginado.
Tinha um projecto que ia de vento em popa! No entanto, durante este ano, comecei a sentir algum stress e muito peso em cima de mim, pois após alcançar tamanho sucesso, havia grande expectativa em relação ao futuro. Foi o ano em que escrevi mais canções, na minha vida. Para além das músicas em Português, escrevi cerca de 80 canções em inglês.
Senti-me exausto... e questionava-me: Será que este momento foi o auge da minha carreira?

Ver mais vídeos e fotografias de 2004
2005

A confirmação

O tema My Explanation, que foi filmado em NY, cedo se tornou Nº1 das rádios, em Portugal. Esteve 6 meses naquela posição! Nesta altura éramos o artista mais requisitado em Portugal. Demos 100 concertos num ano!
O final deste ano culminou com os concertos nos Coliseus. Fiquei super feliz por ver que todo o esforço e dedicação tinham valido a pena, mas estava exausto fisicamente. Quase todos os dias tinha concertos, cheguei a fazer 3 por dia! Dezenas de entrevistas, ter que dar a devida atenção aos fãs e o pior de tudo é que devido ao desgaste físico, estava a ficar sem voz... Havia dentro de mim um sentimento confuso. Pensei : Foi para isto que sempre lutei?

Ver mais vídeos e fotografias de 2005
2006

O último ano nos Ez Special

A minha voz já não era a mesma...tive que ser medicado e ter aulas de canto, para voltar a juntar as cordas vocais.
Após um período de reflexão, falei com os elementos que faziam parte dos Ez Special e disse que queria parar um ano para descansar e também para lançar um disco a solo, pois tinha nascido em mim essa vontade. Nessa altura, todos os membros da banda concordaram, mas pouco tempo mais tarde, voltaram atrás e tive que enfrentar uma faca de dois gumes: "Ou desistes do teu projecto a solo e continuas connosco, ou seguimos sem ti."

Senti que não era justo o que se estava a passar. Este projecto também era meu. Tinha muito tempo, muita dedicação e dinheiro investido da minha parte. Mas não pude ficar ali encurralado e decidi que o meu futuro não passaria pelos Ez Special. E foi assim que terminou...

Ver mais vídeos e fotografias de 2006
2007

Prefácio

Queria descansar e fazer algo diferente. Comecei então a trabalhar em algumas canções em Português que "estavam na gaveta".
Foi estranho, mas tentador.
Naquele momento, não era o sucesso que eu procurava, simplesmente não queria deixar morrer ali o sonho da música. Tempos difíceis se avizinhavam. Nunca pensei que fosse tudo tão difícil ao início. Encontrei muitas portas fechadas.... Era como voltar ao início e lutar por tudo, novamente! Foi difícil romper com o passado, mas juntei uma malta para tocar comigo e fiz-me de novo à estrada! É irónico que o meu período de "descanso", se tornaria no projecto da minha vida.
O "pequeno t2" foi uma canção que esteve até ao último momento para não entrar no disco, pois eu não estava totalmente satisfeito com o resultado. Curiosamente, acabou por ser escolhida para single, pelo Pedro Ribeiro da Rádio Comercial, e tornou-se o meu maior sucesso até então!
Obrigado Pedro!
E assim, mais uma vez fui a cara de uma das maiores marcas em Portugal!
Era altura de olhar confiante para o futuro.

Ver mais vídeos e fotografias de 2007
2008

Entre o Sol e a Lua

Nunca pensei que a minha carreira a solo fosse, num espaço de tempo tão curto, correr tão bem.
Tinha que acompanhar o momento e acabei por não descansar. Lancei o tema "entre o sol e a lua" que veio dar continuidade ao meu sucesso e ao meu novo rumo.
Então, vieram de novo muitos concertos, bastante exposição mediática devido ao airplay, novelas e publicidades na Tv.

Ver mais vídeos e fotografias de 2008
2009

Manual do Amor

Fui gravar para Madrid com o produtor Mário Barreiros.
Criei muita expectativa à volta deste disco. Fui convidado pela Anastacia para fazer as primeiras partes dos seus concertos em Portugal. O canal Bio, listou-me como um dos maiores talentos musicais em Portugal e fez-me uma biografia que passou no canal da tv por cabo, em Portugal e Espanha!

Ver mais vídeos e fotografias de 2009
2012

Frente e Verso

Pela primeira vez descansei um pouco. Nunca estive tanto tempo sem lançar novo trabalho. A indústria da música mudou de forma estonteante. No espaço de 10 anos, o mercado da venda dos discos e dos concertos caiu a pique e fez os artistas repensarem a forma de lançar os seus trabalhos.
No entanto, fiz um disco com o produtor Vítor Silva. Cumpri outro sonho antigo: actuar no Castelo da minha cidade natal, Santa Maria da Feira, para milhares de pessoas.
E o ciclo de três discos exclusivamente em Português, terminou.

Ver mais vídeos e fotografias de 2012
2013

UK

O Saul Davies tinha-me desafiado a gravar no Reino Unido e tentar levar a minha música além fronteiras. E assim foi! Abracei o desafio! Gravei novo trabalho em Londres e Glasgow.
"U can´t stop me now" e "the Bond" são os temas que já desvendei, desta nova aventura. Mas há mais...

Ver mais vídeos e fotografias de 2013
2015

Celebração dos 15 anos

Fiquem atentos!